Expêriências de Sucesso

Conheça alguns exemplos de produtos e processos desenvolvidos por bolsistas do BITEC


1º caso: Sorvete potencialmente probiótico de leite de cabras, sabor morango, adoçado com açúcar e mel de abelhas africanizadas - Ceará

O produto desenvolvido a partir da pesquisa é feito com ingredientes diferentes dos sorvetes tradicionais. Entre os ingredientes estão o mel e o leite de cabra que pode ser consumido por crianças que têm alergia à proteína do leite de vaca. Com lactobacilos, que são micro-organismos vivos probióticos, o sorvete de leite de cabra é um alimento funcional, que, além de nutrir, traz benefícios adicionais à saúde do consumidor.


2º caso: Tratamento de resíduos gerados pelo beneficiamento de rochas ornamentais - Espírito Santo

Os resíduos das marmorarias do Espírito Santo serão transformados, em breve, em matéria-prima para a fabricação de blocos de concreto, diminuindo os custos de produção e os danos ambientais. O projeto desenvolvido pelo bolsista, aluno de Engenharia Química, Faculdade de Aracruz, mostra que o resíduo pode substituir 17% do cimento usado em blocos. Como o pó é mais barato e contamina menos que o cimento, ganham as empresas e o meio ambiente. As indústrias não precisarão mais gastar para retirar os resíduos de suas linhas de produção na fabricação dos blocos, o que se repete na produção do mármore, já que as empresas deixam de pagar para se livrar dos resíduos e eles, não sendo enterrados, não ameaçam mais o lençol freático.


3º caso: Implementação do sistema Boas Práticas de Fabricação de Alimentos em Laticínios - Alagoas

Melhoria do processo de fabricação do Laticínio Lima e Antunes LTDA, com adoção do sistema Boas Práticas de Fabricação. A bolsista Ângela conseguiu instituir uma mudança cultural, obras e aperfeiçoamentos - o que contou com o apoio e patrocínio da empresária Maria Lúcia. Houve melhoria de gestão do laticínio, treinamento dos funcionários e adoção de práticas de higiene.


4º caso: Desenvolvimento de soluções à base de alecrim-pimenta como anticéptico natural para higiene de ordenha em cabras - Rio Grande do Norte

No Rio Grande do Norte, o projeto vencedor do Prêmio BITEC testou o uso de alecrim-pimenta, anticéptico natural, na higienização dos úberes das cabras. O trabalho foi desenvolvido em uma comunidade de assentados que trabalha com produtos agrícolas sem agrotóxicos. O objetivo era permitir a substituição dos produtos químicos usados na ordenha, possibilitando obter o selo orgânico para valorizar os produtos lácteos da cooperativa. Com o trabalho, a bolsista Michelle da Silva, aluna do curso de Zootecnia da Universidade Federal Rural do Semi-Árido do Rio Grande do Norte, comprovou a tolerância dos animais ao produto e ensinou os assentados a localizar a planta e preparar a tintura. Uma nova bolsa BITEC foi concedida para comprovar que o produto não deixa resíduos no leite.

Ler 808 vezes

EMPRESAS


ACESSO RESTRITO


Intranet

ENDEREÇO


FIEAC
Avenida Ceará, 3727 - 7º BEC - CEP: 69918-108, Rio Branco, Acre - Fone: (0xx68) 3212-4200
UNIDADE INTEGRADA
DO SISTEMA FIEAC NO JURUÁ

Rua Afonso Pena, Nº 910, Bairro AABB - CEP 69980-000 - Cruzeiro do Sul - Acre - PABX (68) 3322-6597

logo bndes0001


Você está aqui: Home Gestão da Inovação BITEC Expêriências de Sucesso